quinta-feira, 22 de maio de 2014

Audiência sobre o serviço de monitoria para crianças com deficiência na escola regular municipal de Caxias do Sul - RS

O ano letivo iniciou, material escolar novo, uniforme, tio da van buzinando na frente da escola (para aqueles que usam transporte coletivo) e uma grande surpresa: não haviam monitores para acompanhar as crianças com deficiência nas escolas.
Esta situação afeta não apenas os direitos das crianças com deficiência à educação, mas o direito de todos, pois desqualifica de forma significativa a qualidade de ensino.
Em função desta realidade, situações muito graves ocorreram com nossas crianças:
  • Cadeirante que dependia de transporte público, não conseguia ingressar na escola;
  • Criança desassistida dorme no chão puro da sala de aula sem nem mesmo ser oferecido um colchonete;
  • Criança que não sabia se posicionar em fila, ficou esquecida no pátio;
  • Adolescente cadeirante tendo suas fraldas trocadas por vice-diretor homem;
  • Criança com dificuldade de usar bebedor, toma água do vaso sanitário;
  • Criança é encontrada fora da escola seminua;
  • Criança é esquecida no pátio da escola e fica exposta à chuva

Nenhum comentário:

Postar um comentário