sábado, 18 de abril de 2015

Autismo - Até que não seja só em abril



Um relato de amor de Otávio Cunha “3 anos” sobre seu irmão autista

Um relato de amor de Otávio Cunha “3 anos” sobre seu irmão autista, Ítalo Cunha “6 anos”, um vídeo divertido projetado para quebrar barreiras.

quarta-feira, 15 de abril de 2015

EDUCAÇÃO EM PAUTA do Jornal Pioneiro


Adivinha quem participou do EDUCAÇÃO EM PAUTA no Jornal Pioneiro?
O Ângelo participou da lição número quatro, que trata da inclusão.








Nosso eterno agradecimento ao Diogo Sallaberry e a Paula Valduga pela forma amorosa que trataram o tema.

Conversando sobre Autismo com a turma de Educação Física Especial (UCS)

Foi uma grande honra estar conversando sobre autismo com a turma de Educação Física Especial (UCS) da professora Renata Goulart.
A turma criará atividades promovendo a verdadeira  inclusão, as quais serão oferecidas na escola regular.
Estou muito feliz pela oportunidade!



Parada Tarde Azul conscientiza sobre o autismo em Caxias do Sul

A união de pessoas de diferentes classes sociais em torno do autismo é uma característica marcante da 3ª Parada Tarde Azul, que ocorre em meio ao verde do Parque Getúlio Vargas (Macaquinhos), na tarde deste domingo, em Caxias do Sul. A ação integra as atividades alusivas ao Dia Mundial da Consciência sobre o Autismo, celebrado no dia 2 de abril.

CONFIRA A MATÉRIA DO PIONEIRO AQUI!






segunda-feira, 13 de abril de 2015

Vítima de bullying, ator de 'Breaking Bad' com paralisia cerebral pede fim de estigma

O ator americano R.J. Mitte chegou à fama aos 14 anos, quando foi escalado para o papel de Walter White Jr. na cultuada série de TV Breaking Bad.
Ele tem paralisia cerebral e sofreu bullying quando era mais jovem por causa de sua deficiência. "Quebraram minha mão, meu pé, me jogaram no chão", diz ele.
Agora, ele diz que é hora de acabar com o estigma sobre deficiência.
Trabalhando com a organização Scope, ele está viajando pelo Reino Unido para dar palestras sobre ideias equivocadas em torno de deficiência.
Aos 22 anos, se tornou a mais jovem personalidade a falar na Oxford Union - prestigiada instituição de debates que convida nomes proeminentes para palestras.
Em seu pronunciamento, ele disse que atuar em Hollywood é extremamente difícil para deficientes.
"Esta indústria é muito negativa e dura com pessoas com deficiência", afirma, "por causa da ideia de perfeição...Que tecnicamente não existe."


Escola não aceita rematrícula de aluno


O adolescente Felipe Feltrin Cardoso, de 15 anos, está sem ir para a escola há 60 dias. Isso porque, segundo a mãe, Marcia Adriana Feltrin Cardoso, a instituição de ensino onde ele estudava, em Laguna, não aceitou realizar a rematrícula do garoto.
Felipe é surdo desde a infância. Quando ainda era bebê, teve uma infecção, o que causou o problema. Segundo a mãe, ele estuda desde os quatro anos no Colégio Stella Maris, em Laguna.


sábado, 4 de abril de 2015

Autismo: Conhecimento,Cuidados e Inclusão Escolar

Na ausência da palestrante, a palestra foi conduzida por todos que lutam por qualidade de vida às pessoas com autismo. Todos contribuíram e construíram juntos este evento.



Neste dia conheci duas meninas muito especiais: a Larissa e a Marcela. A Marcela disse que lutará pela causa para sempre e agora somos amigas fora do face também! Adorei conhecê-las! Fiquei muito feliz!


Rádio São Francisco SAT falando sobre Autismo e sobre o grupo AME-Incluir

 Ame-Incluir é um grupo de pais, profissionais e interessados que buscam um conjunto de meios e ações que combatem a exclusão. Lutamos por qualidade de vida, promovendo uma vida social ativa e assegurando o respeito aos direitos de todos como cidadão.
 
As integrantes do Grupo Ame Incluir, Ana Paula Pacheco (D) e Lucélia Fontoura (E) falam no programa FIM DE SEMANA, sobre o grupo que nasce em Caxias do Sul com a porposta de oferecer um olhar especial para a necessidade da inclusção de pessoas com qualquer tipo de deficiência. A apresentação é de Beverli Rocha. 
 

Chafariz da Praça Dante, em Caxias, está azul para conscientizar sobre o autismo

O chafariz da Praça Dante Alighieri, em Caxias do Sul, foi colorido de azul na manhã desta quinta-feira devido ao Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Para a pedagoga Ana Paula Pacheco, que tem um filho autista, ações como essa são importantes para reduzir o preconceito contra os portadores de deficiências.

— A inclusão depende uma rede formada pela família, pela escola e pelos profissionais especializados. Nenhuma delas pode falhar — afirma Ana Paula.

Ela era uma entre as mães que estiveram na praça para acompanhar a mudança na cor da água do chafariz. Segundo ela, é muito importante que ações para conscientizar as pessoas sejam realizadas.

— Estou muito feliz por termos conseguido colorir o chafariz. A cor do autismo é o azul porque a doença atinge mais meninos do que meninas — completa. 

Fonte: Jornal Pioneiro