sábado, 20 de dezembro de 2014

Carta para o Papai Noel!

 
Querido Papai Noel


Sei que nesta época as pessoas lhe confiam seus grandes sonhos e desejos e deve ser uma grande responsabilidade lidar com os sentimentos delas.
Particularmente não entendo o porquê nesta época as pessoas precisam comprar presentes caros para demonstrar seu amor umas pelas outras. O que considero mais importante neste momento é que elas se fazem presentes, sorriem e iluminam suas casas. A cidade inteira fica muito bonita.
Mas como és guardião dos pedidos e aquele quem realiza após receber uma carta, também tenho desejos que gostaria de realizar.
Em primeiro lugar, tenho autismo e enfrento muitas limitações. O número de casos com a síndrome tem crescido alarmantemente e gostaria que fosse investido mais na ciência para descobrir a causa e/ou a cura.
Em segundo lugar, as pessoas com autismo não recebem atendimento adequado. Somente famílias que possuem grandes posses financeiras conseguem o diagnóstico e a intervenção precoce, a qual é determinante para alguns perderem os sintomas ou atingirem uma vida independente. Gostaria que todos tivessem as mesmas oportunidades.
Em terceiro lugar, se não bastasse a falta de políticas públicas voltadas para as pessoas com autismo, os que se encontram na vida adulta são altamente negligenciados. Pasme, mas ainda há relatos de que por falta de atendimento adequado, pessoas com autismo ficam amarradas em camas ou com uso de medicações fortes até o fim de seus dias. Gostaria que essa visão se modificasse.
A inclusão escolar é precária e na maioria das vezes, promove mais exclusão do que oportunidades para desenvolvermos nosso potencial. Ainda existe recusa de matrículas ou há apenas a permanência das crianças nos espaços das escolas, sem olhar que antes de termos autismo, somos crianças em desenvolvimento. Algumas escolas criam grandes barreiras para impedir a participação dos pais no desenvolvimento e desempenho de seus filhos, demonstrando-se ofendidas e torcendo o nariz. 
A inclusão para crianças como autismo ainda é vista como um favor e não um direito. Por ser a escola o futuro da nação e o melhor lugar para trabalharmos a igualdade e o respeito ao próximo, gostaria que os responsáveis pela educação tivessem verdadeira consciência do quanto ela é fundamental para o desenvolvimento de todos. Sim, aprendo mais com crianças típicas e há estudos que comprovam que elas aprendem mais comigo também, tornando-se adultos melhores, solidários e cientes de limitações das quais não vivem.
E por último, lhe peço muita informação sobre o tema. Apesar de ter apenas 8 anos, já vivi muito preconceito e discriminação. Pode até ser que algumas pessoas tenham agido por crueldade , mas a maioria foi por ignorância, por desconhecer... Por isso, desejo mais voz para a conscientização, mais informação e esclarecimento! Quanto mais as pessoas conhecerem, menos julgamentos sofreremos e seremos mais respeitados como cidadãos.
Desejo-lhe um feliz Natal e Um Excelente Ano Novo.

Com carinho,
Ângelo


http://pratica-pedagogica.blogspot.com.br/

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Crônica da minha filha Jéssica


Minha amada filha, o preconceito sempre doeu em mim também, mas é preciso ser forte, independente de tudo e de todos! Quando sentirmos vontade de voltar para trás, é preciso lembrar o que nos motiva permanecer.
Estaremos sempre juntos e somos muito fortes!
Quando Deus escolheu uma família para o Ângelo, sabia que nunca deixaríamos expulsá-lo de um restaurante e de lugar nenhum!
Amo muito você e tenho muito orgulho da pessoa linda por dentro e por fora que és!


quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Turma da Piscina: L' áqua!!!


A L'áqua, o grupo da piscina, foram os primeiros a fazer parte da nossa caminhada e estamos juntos há muitos anos.
É extremamente valioso estar entre pessoas tão dedicadas, tanto familiares, quanto os profissionais!
Aprendi muito, assim como carrego tantos no meu coração!
Somos privilegiados! Confira você mesmo o quanto:


Dia das Crianças com as Bandeirantes Boni

Quero agradecer imensamente a Valeria Castilhos que nos convidou para estarmos presentes entre as Bandeirantes Boni em comemoração à data do Dia das Crianças.



PORTAL DA PRIMAVERA - Evento Promovido pela SMEL

Marcamos presença  no Portal da Primavera - Evento Promovido pela SMEL


Seminário Educação Física Especial UCS (Autismo)



Foi uma honra estar entre uma turma tão especial apresentando o autismo!
Este foi o Seminário d eEducação Física Especial da professora Renata Goulart.
Também deixei uma carta a esses futuros professores e compartilho com todos:








Querido Futuro Professor de Educação Física

A nobre carreira pela qual escolhestes atua de forma direta com o ser humano, com a diversidade, com as limitações e com o potencial  de cada indivíduo. 
Em algum momento de sua trajetória, certamente conhecerás alguém com o diagnóstico de autismo.
Diante deste desafio, seu apoio é muito importante para pessoa com TEA poder avançar,  és sem dúvida alguma, peça fundamental deste processo.
A pessoa com autismo vive limitações das quais não escolheu, por isso não ignore sua existência caso não consiga em um primeiro momento realizar o que propõe. Não a deixe de lado e isolada, pois se perceber que não acreditas que  consiga, provavelmente ela não tentará.
Não ignores o fato do quanto depende de ti para poder interagir, participar e superar suas limitações. Precisa de teu comprometimento para que todas as vitórias que somar, sejam suas também!

Desejo-lho muito sucesso!
Grande abraço,

Ana Paula

 


quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Conversando sobre o Autismo na Escola Esconderijo Sapeca

Dia muito especial por estar entre as educadoras da Escola Esconderijo Sapeca conversando sobre o Autismo. Foi um prazer poder levar um pouquinho da nossa experiência.
Fiquei muito feliz por estar entre profissionais comprometidos e dispostos a fazer a diferença!



terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Turma de Pós-Graduação em Educação Especial UCS (Autismo)

Fui convidada pela professora Sarai Sanchez de Leon a estar conversando sobre autismo com a turma de Pós-Graduação em Educação Especial da Universidade de Caxias do Sul.
Foi uma grande honra estar com uma turma tão especial!



domingo, 14 de dezembro de 2014

Executiva do Fórum da pessoa com deficiência na escola

É uma honra fazer parte da Executiva do Fórum de inclusão da pessoa com  deficiência na escola de Caxias do Sul. Os encontros são promovidos pela vereadora Denise Pessôa, que também preside a Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Segurança. A busca consiste em qualificar a educação que é direito de todos!


Envelhecendo com as Diferenças

Encontros realizados para debater meios para atingir maior qualidade de vida para idosos que enfrentam  preconceito, seja pela sua vulnerabilidade, opção sexual, doenças crônicas ou deficiências.
Buscas de políticas públicas para um envelhecimento saudável e ambientes sem violência.